Buytendijk E O Transtorno Do Espectro Autista: Um Olhar Fenomenológico Sobre a Experiência Infantil

Autores

  • Litiara Kohl Dors

Palavras-chave:

Transtorno do Espectro Autista, Buytendijk, Fenomenologia, Criança

Resumo

O artigo aborda questões relevantes para a compreensão do Transtorno do Espectro Autista (TEA) ao mesmo tempo em que apresenta elementos teórico-clínicos do médico e psicólogo holandês F. J. J. Buytendijk. O desenvolvimento de estudos relacionados à Biologia e à Fisiologia por parte do autor, permite uma interlocução com as pesquisas atuais no campo das Neurociências. A reflexão que ora se apresenta, contudo, é de teor mais fenomenológico e busca descrever a experiência da criança com TEA, mostrando que o corpo é portador de uma dimensão espiritual ou ontológica, que não deve ser negligenciada. Em A Fenomenologia do Encontro, Buytendijk, ilustra a importância da vivência intersubjetiva não apenas para a criança autista, mas para todo e qualquer ser humano. No caso do indivíduo com TEA, no entanto, a vivência de um encontro autêntico com outrem pode funcionar como um elemento terapêutico no sentido de propiciar a liberdade e o despertar da própria existência.

Biografia do Autor

Litiara Kohl Dors

Doutora em Filosofia pela Universidade do
Oeste do Paraná (UNIOESTE), Psicóloga pela
Universidade Paranaense (UNIPAR)

Publicado

2021-04-22

Como Citar

Dors, L. K. (2021). Buytendijk E O Transtorno Do Espectro Autista: Um Olhar Fenomenológico Sobre a Experiência Infantil. Phenomenology, Humanities and Sciences, 2(1), 51-61. Recuperado de https://phenomenology.com.br/index.php/phe/article/view/72