A Dimensão Espiritual E A Constituição Do Ser Humano Enquanto Um Ser-Pessoa: Por Uma Compreensão Antropológicofenomenológica Do Sujeito Da Clínica

Autores

  • Ileno Izídio da Costa Universidade Federal de Brasilia
  • Mak Alisson Borges de Moraes Centro Universitário IMEPAC

Palavras-chave:

Antropologia Fenomenológica, Dimensão espiritual, Clínica

Resumo

Toda teoria psicológica, assim como a práxis que dela deriva, apresenta uma antropologia filosófica implícita. Em relação ao domínio da clínica, cujo eixo norteador é o fenômeno humano, entende-se que essa precisa estar embasada em um sólido e rigoroso fundamento antropológico, capaz de abarcar o especificamente humano. Diante disso, esse estudo tem como objetivo apontar para a possibilidade de uma fundamentação antropológico-fenomenológica da clínica, buscando compreender o homem em sua peculiaridade essencial, isto é, o seu caráter espiritual que o institui na qualidade de um ser pessoal e individual. Realizou-se então uma descrição da dimensão do espírito, partindo das análises empreendidas por Edmund Husserl e Edith Stein. Foram utilizadas como fontes bibliográficas as obras: “Ideias Para uma Fenomenologia Pura e para uma Filosofia Fenomenológica – livro segundo: investigações fenomenológicas sobre a constituição”, de Husserl, além de “Contribuições para uma Fundamentação Filosófica da Psicologia e das ciências do espírito” e “Ato e Potência” de autoria da filósofa Edith Stein. A partir dessas análises, foi possível concluir que o sujeito da clínica apresenta uma dimensão espiritual, inaugurada através dos atos intencionais, o que o coloca como um ser desperto, consciente, ativo, livre, indeterminado e capaz de formar a si mesmo.

Biografia do Autor

Ileno Izídio da Costa, Universidade Federal de Brasilia

Doutor em Psicologia, Docente do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília.

Mak Alisson Borges de Moraes, Centro Universitário IMEPAC

Psicólogo, Doutorando em Psicologia na Universidade de Brasília, Docente do Centro Universitário IMEPAC.

Publicado

2020-06-29

Como Citar

Costa, I. I. da ., & Moraes, M. A. B. de . (2020). A Dimensão Espiritual E A Constituição Do Ser Humano Enquanto Um Ser-Pessoa: Por Uma Compreensão Antropológicofenomenológica Do Sujeito Da Clínica. Phenomenology, Humanities and Sciences, 1(2), 305-328. Recuperado de https://phenomenology.com.br/index.php/phe/article/view/31