Fenomenologia E Redução Temática Da Ideia Do Ser

Autores

  • Guy van Kerckhoven

Palavras-chave:

VI Meditação Cartesiana, redução transcendental, método, mundanização, desumanização

Resumo

Nesse estudo detalhado sobre a colaboração de Fink e Husserl, Guy van Kerckhoven apresenta as questões e os problemas principais da VI Meditação Cartesiana, cujo objetivo principal consiste na apresentação da ideia de uma doutrina transcendental do método fenomenológico. Com essa “fenomenologia da fenomenologia”, Fink chega a formular explicitamente, tomando distância de Husserl, o projeto de uma redução temática da ideia do ser e de uma ontologia fundamental, que acompanha o desenvolvimento da sua fenomenologia meôntica. O projeto é analisado por van Kerckhoven nos três momentos essenciais que compõem a sua peculiar dinâmica dialética: 1) a “Entmenschung” (desumanização) redutora; 2) o da “Vermenschung” (humanização) constitutiva 3) o da mundanização da fenomenologia transcendental (mundanização secundária).

Biografia do Autor

Guy van Kerckhoven

Palestra apresentada pelo autor por ocasião do
seminário internacional de estudos sobre a VI
Meditação Cartesiana de Fink, realizado nos dias
18-21 de abril de 1999 em Gargnano, Itália.
A tradução italiana foi publicada na revisita
Magazzino di Filosofia 5 (2001), pp. 23-46, e contém
as atas completas do seminário. Tradução do
italiano por Anna Luiza Coli, José Fernandes
Weber e Giovanni Jan Giubilato.

Publicado

2020-12-22

Como Citar

Kerckhoven, G. van. (2020). Fenomenologia E Redução Temática Da Ideia Do Ser. Phenomenology, Humanities and Sciences, 1(3), 436-452. Recuperado de https://phenomenology.com.br/index.php/phe/article/view/61