A Fenomenologia de Husserl e o Existencialismo

Autores

  • Herbert Spiegelberg
  • Flavio Vieira Curvello

Palavras-chave:

Tradução de Texto Clássico

Resumo

Este artigo foi lido em um Simpósio sobre Fenomenologia e Existencialismo organizado pela Divisão Oeste da Associação Filosófica Americanapara seu Encontro Anual na Universidade de Wisconsin, em Madison, a 30 de abril de 1959. Dois artigos sobre o mesmo tema, de William Earle (Universidade do Noroeste) e Maurice Natanson (Universidade da Carolina do Norte), seguiram-no. [N.T.] A primeira edição impressa deste artigo foi publicada pelo Journal of Philosophy, vol. 57, n. 2 (21. Jan, 1960), pp. 62-74.

Biografia do Autor

Flavio Vieira Curvello

Universidade Federal do Rio de Janeiro, E-mail: [email protected] Contribuição no texto: tradução integral a partir do original, escrita de poucas notas de rodapé com informações complementares. O tradutor agradece expressamente ao periódico pela gentil concordância com a presente tradução e publicação, bem como a Cid Rodrigo Leite pela leitura cuidadosa e pelas sugestões de melhoria da textualidade.

Publicado

2022-06-22

Como Citar

Spiegelberg, H., & Vieira Curvello, F. (2022). A Fenomenologia de Husserl e o Existencialismo. Phenomenology, Humanities and Sciences, 2(2), 310-316. Recuperado de https://phenomenology.com.br/index.php/phe/article/view/132